• Confira a Edição Novembro/Dezembro 2017

    Já viu a nova capa da Revista Bendita?

  • Projeto Sacadas

    Confira mais fotos do Projeto Sacadas, da edição 25 da revista

  • Bendita Hora

    Confira as fotos da última edição do Bendita Hora de 2017

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Iluminação: como usar spot de trilho



Megaloja no segmento de iluminação decorativa, Lustres Yamamura, dá dicas de como aplicar a peça nos ambientes


Famoso entre os influenciadores digitais que amam decoração e design, o spot de trilho é uma solução prática, barata e bacana de distribuir pontos de luz pelo teto, sem gastar muito ou perder espaço com rebaixo de gesso. 


De acordo com Maria Pinotti, da Lustres Yamamura, em um projeto de interiores a iluminação deve ser designada após o layout dos móveis. Isso quer dizer que é preciso definir a posição dos objetos antes de pensar em pontos de luz. 


"Além da iluminação geral, que nos auxilia a caminhar pelo espaço sem acidentes, a iluminação também tem o papel de ajudar nas tarefas e a destacar a decoração, criando ambientes dinâmicos.", explica Maria.

Vantagens da iluminação com spot de trilho
  • Requer apenas um ponto de luz no teto
  • Não diminui a altura do pé-direito
  • Permite distribuir pontos de luz sem obra e sem sujeira
  • A iluminação pode ser instalada após a mudança
  • A iluminação fica flexível, permitindo mover e apontar o ponto de luz para onde desejar, ou seja, se houver mudanças no layout do espaço à iluminação acompanha essas mudanças. 

Sete dicas para melhorar os hábitos alimentares




Confira sete dicas para melhorar os hábitos alimentares e aproveitar o verão de maneira saudável

O ano acabou de começar e se você traçou uma meta para melhorar seus hábitos alimentares, mas não sabe como, separamos dicas que podem ajudar a dar "aquele empurrãozinho" com uma mudança de estilo de vida, melhorando a alimentação e incluindo atividade física na rotina, sem colocar a saúde em risco.

De acordo com Vanderli Marchiori consultora em nutrição da Associação Brasileira da Indústria do Trigo (ABITRIGO) ainda existem pessoas que buscam dietas restritivas, sem acompanhamento médico, como alternativa de obter o corpo perfeito com efeitos imediatos. "Devemos consumir certa quantidade de cada nutriente por dia e isso deve ser respeitado para que o nosso organismo funcione de maneira equilibrada. O Carboidrato, por exemplo, deve representar de 45% a 55% das calorias ingeridas, ou seja, cerca de oito porções", explica a especialista.

Outro ponto importante de quem quer começar o ano com o "pé direito" é incluir atividade física no dia a dia e adotar uma alimentação sustentável em longo prazo, saborosa e saudável. Dessa forma é mais fácil seguir o cardápio por mais tempo, passando de uma dieta para uma reeducação alimentar evitando o efeito rebote ou sanfona, quando todo resultado conquistado se perde.

Abaixo, Vanderli Marchiori lista cinco dicas para aproveitar o verão com um corpo bonito e saudável:




1. Ano Novo
Vontade. O primeiro passo para perder peso é ter vontade de iniciar o processo de emagrecimento. Escolher os alimentos, saber onde comprá-los e organizar a casa para ter um consumo adequado. Se você não tem tempo durante a semana, uma alternativa é preparar as porções no final de semana e já deixar no congelador.

2. Dê atenção para o café da manhã
Começar o dia com uma refeição equilibrada garante mais energia, saciedade e disposição ao longo do dia. Aposte em um pão de forma integral ou torradas, que fornecem carboidratos e energia. Para acompanhar, queijo ou ovo mexido, que fornecem proteínas e, como complemento, fruta da estação ou suco de fruta natural, misturados com semente de linhaça ou chia, que acrescentam fibras, vitaminas e minerais.

3. Respeite a sua individualidade
Cada indivíduo é único em sua necessidade. Por isso, as respostas e soluções são também únicas. Respeite sua fome, mas sempre com moderação e de maneira equilibrada. A dica é seguir um cardápio passado por um profissional em que haja porções de alimentos que saciem a fome e sejam nutritivos.

4. Capriche nas saladas
Frescas e refrescantes, as saladas são boas opções para os dias mais quentes, especialmente para o jantar. Combinando alguns ingredientes, é possível elaborar uma refeição completa, leve e balanceada! Acrescente frango desfiado, ovos de codorna, atum ou grão de bico, que são os alimentos fontes de proteína. E, para acompanhar, croutons caseiros! É só cortar o pão de forma em quadradinhos, regar com um fio de azeite de oliva e orégano e torrar no forno.

5. Prepare sorvetes caseiros e refrescantes
O calor pode trazer a vontade de sorvete, mas que tal um sorvete menos calórico? Frutas são boas opções para esse momento. A sugestão é picar uma banana e levá-la ao congelador. Depois de congelada, bater em um mixer com cacau em pó e um pouco de mel e quebre alguns biscoitos integrais de cacau.

6. Cuidado com o álcool
O verão é uma estação alegre, quando as pessoas exageram que os drinks podem ser calóricos, além de deixar o corpo desidrato.

7. Água
Beba muita água. Manter-nos sempre hidrato traz o bom funcionamento e limpeza do organismo.



Cinco dicas para viajar com seu pet sem dor de cabeça





Especialista explica como sair de férias com seus animais de estimação de forma segura e tranquila

Com a chegada das férias de fim de ano, muitas famílias ficam em dúvida se devem ou não viajar com os seus animais de estimação. Para quem sofre com este dilema, saiba que é possível viajar com o seu pet de forma segura e sem dor de cabeça.

“Os tutores e os animais podem ter uma experiência ótima viajando juntos, mas primeiramente é preciso ter paciência e entender que mudar de ambiente bruscamente pode deixar o animalzinho acuado”, afirma Alexandre Merlo, médico veterinário e Gerente Técnico e de Pesquisa Aplicada de Animais de Companhia da Zoetis.

Fotos: Divulgação/Zoetis
Fotos: Divulgação/Zoetis

Para que o passeio seja tranquilo para todos, o especialista dá cinco dicas preciosas:

1. Vacina em dia: mantenha a carteira de vacinação do seu animal atualizada. As vacinas são fundamentais, não apenas pela obrigatoriedade da vacinação contra raiva para viagens interestaduais ou internacionais, mas também porque o destino pode, eventualmente, ser uma área de alta incidência de doenças virais de fácil contágio como, por exemplo, a parvovirose e a cinomose em cães, ou a rinotraqueíte em gatos. “Ao planejarmos uma viagem, devemos nos certificar de que os animais estejam protegidos pela vacinação”, orienta.

2. Viagem sem enjoo: um problema que impede muitos tutores de viajar com seus pets é o enjoo do movimento em carros ou aviões. “Um dos principais sintomas do enjoo do movimento é o vômito, que causa enorme desconforto. Para prevenir esse sintoma tão desagradável, indicamos Cerenia, que tem duração de 12 horas e deve ser administrado preferencialmente duas horas antes da viagem com um pequeno petisco”, afirma. 

3. Cuidado com o verme do coração: viagens para locais como praia e campo precisam de atenção, pois são destinos com incidências maiores do chamado “verme do coração” (dirofilariose). A doença é transmitida por mosquitos e pode levar a óbito, caso não seja tratada. De acordo com o veterinário, para evitar este mal, há remédios especializados, como o ProHeart SR-12, e outros que podem ser aplicados pelo próprio tutor, como o Revolution, da Zoetis. Aliás, o medicamento também protege contra pulgas e carrapatos. 

4. Cuide da segurança: se a viagem for de carro, não deixe o animal solto no veículo. Além de ser perigoso para o pet e apresentar risco de acidentes, essa situação também é passível de multa. “O animal deve viajar em caixa de transporte própria para este fim ou preso ao banco pela coleira própria para viagens. Existem várias opções no mercado tanto para gatos como para cães”, explica Alexandre Merlo.

5. Leve seus brinquedos: alguns animais podem ficar ansiosos com a mudança de ambiente. Para tranquilizá-los, leve seus cobertores e brinquedos preferidos. “Os animais, assim como os seres humanos, levam um tempo para se adaptar ao novo, por isso os objetos familiares podem ajudá-los a diminuir o estresse e tornar a viagem muito mais prazerosa para todos”, conclui o especialista.

Fotos: Divulgação/Zoetis





sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Seja Bendita




Feliz Natal e Bendito 2018!


Menos mimimi, menos críticas, mais realizações, mais solidariedade


Neste ano que passou, consolidamos a vontade de estar mais próximo de nosso público com a criação do CLUBE BENDITA, eventos maiores e eventos mais intimistas. O projeto Top 10, que destaca empresárias inspiradoras em diversos ramos. Trouxemos mais especialistas assinando as colunas da REVISTA BENDITA para fazer a diferença na vida de nossa leitora.

Crescimento pessoal e profissional é isso que acreditamos e levamos para nossas leitoras! O empoderamento feminino se dá no momento que mulheres + mulheres e mulheres + homens se auxiliem e se compreendam em suas diferenças. Em 2018, usaremos a hashtag #sejabendita sempre que tratarmos sobre o empoderamento feminino.

Desejamos Boas Festas a todas leitoras (es), parceiras (os), anunciantes, fornecedores, imprensa e amigas (os) da Revista Bendita. Que o Ano Novo seja maravilhoso para todos e possamos fortalecer nossas relações por meio de novas ideias, projetos e matérias surpreendentes!

Da Diretora da Revista Bendita
Patrícia Leão Ferrás

Cama Casinha




O projeto da Shirley Hilgert teve o ponto de partida na cama Casinha da Divicar encontrada na loja Mundo do Bebê. A partir desse start a mamãe remodelou todo o espaço dando o enfoque à peça chave da decoração.

Ela conseguiu aproveitar brinquedos e peças do quarto anterior, unindo os móveis novos e lúdicos da Linha Casinha da Divicar. A ideia era montar algo aconchegante, gostoso, divertido e muito descontraído.

- Gosto da ideia de que nada se cria, nada se perde, tudo se transforma e também a questão da autonomia que o quarto proporciona. Isso para mim é o ponto forte do meu simples projeto.

Para colocar a cama algumas mudanças foram feitas, como ela batia na altura dos nichos foi preciso tirá-los, para tapar os furos que ficaram na parede entraram os quadros na decor. 

Prateleiras também foram colocadas na altura do Caê para ficar ao alcance e estimular o hábito de leitura, premissa do estilo montessoriano – tudo na altura e alcance da criança. As cores usadas são o cinza, branco, verde e laranja, tons claros e delicados para transmitir paz e sossego. 



Fotos: Kazan Estúdio Fotográfico

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Top 10 Festas Infantis




Mulheres empresárias e suas histórias de inspiração: confira o especial nas edições 23, 24 e 25 da Revista Bendita!

Veja online
Primeira parte - Edição 23
Segunda parte - Edição 24
Terceira parte - Edição 25

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Reforma trabalhista: vilã ou heroína?


Reforma trabalhista

A Reforma Trabalhista entra em vigor no dia 11 de novembro deste ano, passando a valer todas as novas regras aprovadas pelo Senado.
Muito se ouviu falar sobre o assunto e muitas dúvidas cercam os trabalhadores, patrões e até mesmo operadores do Direito, já que alguns Juízes se posicionaram dizendo que se negam a aplicar a nova Lei.
Mas afinal, estamos lidando com uma vilã?
Acredito que não.
A CLT criada em 1.943 regulava as relações entre patrão e empregado em um momento político, social e econômico distinto do que vivemos hoje. Não havia internet, home office, startups, tampouco a quantidade crescente de profissionais liberais. Algumas profissões que hoje são importantes para o andamento da sociedade sequer existiam. Negociações entre grandes executivos e as empresas contratantes eram tão raras que sequer mereciam menção.
Era gritante, portanto, a necessidade de mudança e esse clamor público acabou resultando na Reforma, cuja aprovação ocorreu às pressas.
O cenário atual conta com a alteração de grande parte da CLT e optei por utilizarmos o espaço desse mês para fazermos um apanhado das principais mudanças.
Mudanças de maior impacto:

FÉRIAS PARCELADAS EM ATÉ TRÊS VEZES
As férias anuais de 30 dias agora poderão ser dividias em três períodos, sendo que um deles não pode ser menor que 14 dias. Também ficou definido que as férias não poderão começar dois dias antes do fim de semana ou de um feriado. No texto anterior o parcelamento poderia ocorrer, mas apenas em 2 períodos, sendo que um deles não podia ser menor que 10 dias.

DEMISSÃO EM COMUM ACORDO
Antes da reforma, caso o trabalhador se demitisse ou fosse demitido por justa causa, ele não tinha direito ao saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Esse benefício e só era concedido ao funcionário no caso de demissão sem justa causa. O chamado “acordo” era crime. Com a mudança, no entanto, o trabalhador e a empresa possuem uma alternativa: juntos podem rescindir o contrato de comum acordo, o que permitiráo levantamento de até 80% do FGTS.
A novidade pode ajudar a diminuir as fraudes e os casos em que o empregado não está mais satisfeito com o trabalho, mas tenta “forçar” que o patrão lhe despeça, a fim de receber um acerto maior.

BANCO DE HORAS NEGOCIADO INDIVIDUALMENTE
O chamado banco de horas é um sistema de compensação permitido por lei, em que as horas excedentes trabalhadas em um dia são compensadas com a diminuição da jornada de outro. Antes da reforma, este mecanismo precisava ser negociado em convenção coletiva e as horas extras precisavam ser compensadas em até um ano. Agora, o prazo para o banco de horas ser zerado, com as horas compensadas ou pagas, é de até seis meses e poderá ser negociado através de acordos individuais entre empresa e trabalhador. Um restaurante de praia, por exemplo, pode aumentar as horas extras dos seus funcionários na época de alta temporada e conceder dias de folgas nos meses seguintes de baixo movimento.
Para a jornada de trabalho, o texto prevê que empregador e trabalhador possam negociar a carga horária num limite de até 12 horas por dia e 48 horas por semana. A jornada de 12 horas, entretanto, só poderá ser realizada desde que seguida por 36 horas de descanso. Antes, as horas extras não poderiam exceder de 2horas diárias e não havia a previsão de descanso de 36horas posterior.
O texto também atualiza a CLT, que previa um adicional de 20% para o pagamento das horas extras, passando esse percentual a ser de 50%.


TEMPO À DISPOSIÇÃO DA EMPRESA
Pelo texto da Reforma, algumas atividades no âmbito da empresa deixam de ser consideradas parte da jornada de trabalho, tais como as horas de alimentação, higiene pessoal, troca de uniforme e estudo. Antes da mudança, a CLT considerava esse tempo como sendo de serviço efetivo.

O ACORDADO SOBRE O LEGISLADO
Um dos principais pontos da Reforma abre a possibilidade para que negociações entre trabalhadores e empresas se sobreponham à legislação trabalhista. Poderão ser acordados prêmios de incentivo, participação nos lucros, o parcelamento de férias, a jornada de trabalho, a redução ou aumento de salário e o banco de horas.


CONTRATO POR HORA E HOME OFFICE:
Foram criadas duas modalidades de contratação: o trabalho intermitente por jornada ou hora de serviço e o teletrabalho, que regulamenta o chamado home office.
Para o Home Office, haverá a necessidade de um contrato individual de trabalho especificando as atividades que serão realizadas pelo empregado e esse documento deverá fixar a responsabilidade sobre aquisição, manutenção ou fornecimento dos equipamentos que ele utilizará em sua residência, além da infraestrutura necessária para o exercício de cada atividade. As despesas ficam por conta do empregador, as quais não podem ser consideradas salários.
O trabalho intermitente permite que o trabalhador seja pago somente pelas horas de serviço de fato prestadas. Neste caso, a empresa terá que avisar o trabalhador que precisará dos seus serviços com cinco dias de antecedência.
A modalidade, geralmente praticada por bares, restaurantes, eventos e casas noturnas, permite a contratação de funcionários sem horários fixos de trabalho.


TERCEIRIZAÇÃO
É permitida a terceirização para todas as atividades de uma empresa, desde que o trabalhador terceirizado tenha idênticas condições de trabalho dos efetivos de uma mesma empresa.
É proibido ao empregador demitir um trabalhador efetivo para recontratá-lo como terceirizado. Isso porque somente poderá contratar esse trabalhador como terceirizado após 18 meses.


CONTRIBUIÇÃO SINDICAL
Atualmente, o pagamento da contribuição sindical é obrigatório e vale para empregados sindicalizados ou não. Uma vez ao ano, é descontado o equivalente a 1 dia de salário do trabalhador. Com a mudança a contribuição passa a ser opcional o que reduz a despesa do trabalhador mas pode causar o enfraquecimento do Sindicato, que perderá uma importante fonte de manutenção.


AJUDA DE CUSTO, PRÊMIOS, GRATIFICAÇÕES POR TEMPO DE CASA, ETC. NÃO VÃO INTEGRAR O SALÁRIO
Valores relativos a prêmios, importâncias pagas sob o título de “ajuda de custo”, diária para viagem e abonos, assim como os valores relativos à cursos, assistência médica ou odontológica, não integrarão o salário. Isso faz com que fique menos oneroso para a empresa a concessão de tais benefícios, proporcionando a ampliação desse tipo de gratificação e incentivando que sejam concedidas. Por outro lado, muitas pessoas acreditam que o empregador pode tentar efetuar a maior parte dos pagamentos do trabalhador sob tais rubricas para não precisar pagar os respectivos encargos.


HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO PELO SINDICATO DEIXA DE SER OBRIGATÓRIA PARA QUEM TEM MAIS DE 1 ANO DE EMPRESA
Não haverá mais necessidade de homologação do Termo de Rescisão pelo Sindicato ou Ministério Público para os empregados que trabalharem por mais de um ano, valendo a assinatura firmada somente entre empregado e empregador.


PERDER HABILITAÇÃO PROFISSIONAL É MOTIVO PARA DESPEDIDA POR JUSTA CAUSA
Foi criada uma nova hipótese para rescisão por justa causa. Pela nova previsão, nos casos em que o empregado (médicos, advogados, motoristas...) perder a habilitação profissional por falta crime ou conduta dolosa cometida e esta for requisito imprescindível para exercer sua atividade, o fato será motivo suficiente para a dispensa por justa causa.


QUEM PERDER A RECLAMATÓRIA TRABALHISTA, ARCARÁ COM AS CUSTAS DO PROCESSO, DAS PERÍCIAS E HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS
Isso passa a valer até mesmo para o beneficiário da Justiça Gratuita, que ficará com a obrigação “em suspenso” por até dois anos após a condenação.
O trabalhador que ingressar na Justiça e restar comprovado que faltou com a verdade, deverá ser condenado por litigância de má-fé.
Também há aplicação de multa em dinheiro à testemunha que faltar com a verdade.

 As regras acima expostas já foram aprovadas e entrarão em vigor em pouco mais de 1 mês.
Favoráveis ou contrários às mudanças, a verdade é que deveremos nos adaptar a elas, aproveitando esse período de mudança para refletir sobre tabus e até mesmo sobre alguns princípios que pareciam pétreos.
A informação é sempre o melhor caminho. Portanto, fico à tua disposição para eventuais dúvidas, ok?

Até a próxima!


Ass: Kerlen Costa, colunista da revista Bendita, Empresária e Advogada Trabalhista Empresarial, especialista em direito do trabalho, processo do trabalho e direito previdenciário. kerlen@scaadvocacia.com.br